Artigos | Livraria Virtual | Periódicos | UFRPE em Foco | Trabalhos Acadêmicos

Discurso de formatura de Pedagogia UAG - 1ª turma das expansões universitárias federais

Oradora: Magda Letícia Bezerra Mendonça.

Boa noite a todos e a todas!

Magnífico reitor da Universidade Federal Rural de Pernambuco – professor Valmar Corrêa de Andrade; ilustríssima pró-reitora de Ensino de Graduação da UFRPE e nossa querida patronesse - professora Maria José de Sena; ilustríssimo diretor geral e acadêmico da Unidade Acadêmica de Garanhuns e nosso querido paraninfo - professor Marcelo Machado Martins; ilustríssimos professores e técnicos homenageados.

Boa noite às demais autoridades, aos pais, familiares e amigos de todos aqui presentes. Boa noite queridos formandos, a quem hoje tão especialmente, após 4 anos, eu não poderia deixar de referir-me como “Minha genteeeee”...

Representar uma turma em plena formatura não é tarefa fácil. Como exprimir em palavras os sentimentos de todos os formandos pela celebração desta conquista tão importante, que compreende não menos que quatro anos? Será necessário tentar controlar as emoções por este breve instante, para conseguir chegar ao final da leitura deste texto sem interrupções, embora eu não consiga evitar de embargar a voz ou pigarrear para disfarçar as lágrimas...

Vocês não iriam estranhar se eu agora contasse uma história. Afinal, um “Era uma vez” cabe perfeitamente aqui, pois isso de fato é uma história. Pois bem, assim será.

Era uma vez, há quase quatro anos, em setembro de 2005, 27 pessoas dando um tiro no escuro. Ingressando numa universidade nova, num curso novo, intitulado então de NORMAL SUPERIOR. Pena que, no decorrer desse tempo, alguns foram ficando no caminho, e aqui hoje restam 17. Era uma vez quatro pessoas, professores, vindos de suas cidades, algumas tão distantes, outras nem tanto, aptos a lecionar num curso que, para eles, também era novo. Puxando erres, falando PORTA, MARCELO, BOA TARDE, FOLHA DE ALMAÇO (AO INVÉS DE PAPEL PAUTADO), etc. Eram 4 desbravadores, ávidos por conhecimento. Era tudo muito novo, num prédio muito antigo, pequeno ainda, numa Universidade em verdadeira expansão.Os anos foram passando e mais professores se juntaram àqueles quatro, mais menestréis querendo fazer aflorar o que havia escondido naqueles dantes acomodados estudantes. Cada um fazendo com que se pudesse absorver um pouco de cada exemplo, somar à especificidade e personalidade de cada um, resultando então  um grupo tão heterogêneo como este que está aqui, consciente de que a formação contínua nos pertence. E, com a ajuda de cada um desses menestréis, hoje não somos mais um grupo de pessoas que deram um tiro no escuro, somos PEDAGOGAS e PEDAGOGO formados. Temos agora um compromisso com a EDUCAÇÃO, com a sociedade.

O nosso aprendizado, nesse período, nos fez perceber que, na realidade em que vivemos, os profissionais de educação, em especial os pedagogos, têm papel essencial, pois somos responsáveis pelas sementes do amanhã, que poderão ser fruto de uma geração de pessoas que conquistaram a verdadeira democracia. Segundo Paulo Freire, “a democracia é, como o saber, uma conquista de todos. Toda a separação entre os que sabem e os que não sabem, do mesmo modo que a separação entre as elites e o povo, é apenas fruto de circunstâncias históricas que podem e devem ser transformadas.”

Ao novo educador de hoje compete o desafio de refazer a educação, reinventá-la, criar as condições objetivas para que uma educação democrática seja possível, criar alternativas pedagógicas que favoreçam o aparecimento de um novo tipo de pessoas, solidárias, preocupadas em superar o individualismo criado pela exploração capitalista do trabalho, preocupadas com um novo projeto social e político que construa uma sociedade mais justa, mais igualitária.

Por isso, colegas, somos semeadoras e semeador e não podemos fugir da responsabilidade de semear. Não digamos que o solo é áspero, que chove apenas frequentemente, que o sol queima ou que a semente não serve. Não é nossa função julgar a terra e o tempo. Nossa missão é semear. A semente é abundante! Um pensamento, um sorriso, uma promessa de alento, um aperto de mão, um conselho, um pouco de água, o diálogo são sementes que germinam facilmente. Não semeies descuidadamente, como quem cumpre uma missão desagradável! Semeemos com interesse, com amor, com atenção, como quem encontra nisso o motivo central de sua felicidade.

Não importa o campo de trabalho, quer na empresa, na instituição escolar, na área de pesquisa, enfim, nas diversas atuações do pedagogo tem-se a possibilidade de construir um mundo melhor. Nessa perspectiva, o Curso de Licenciatura em Pedagogia da Unidade Acadêmica de Garanhuns tem muitos méritos por ter um currículo diferenciado, que contempla uma formação generalista, que nos preparou para atuar nos diversos âmbitos da sociedade.

O tripé da universidade – ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO – propiciou a nós grandes experiências a partir do nosso primeiro período.  Desde o inesquecível sítio IMBÉ, região rural do Agreste Meridional, passando pela nossa inserção em sala de aula, já no segundo período, até as “tãoooo temidaaaaaas” apresentações da monografia, que não doeram nada. Muitas de nós tiveram a oportunidade de viajar, apresentado trabalhos, representando a Universidade no Ceará, em Florianópolis, no Maranhão, em Alagoas, em São Paulo, no Rio Grande do Sul, ousando até gerir um minicurso em um encontro de Pedagogia na UFPB, em João Pessoa. E, sem precisar ir muito longe, podemos citar Adriana Lins, revolucionando a realidade da zona rural onde lecionou, Edjane e o Imbé, e as outras todas que transformam a cada dia a realidade ao seu redor.

Enfim, estamos agora encerrando a nossa graduação e, por isso, receberemos um diploma, mas o que esse período proporcionou, e o papel não contempla, é exatamente isto: a riqueza das nossas vivências, a cumplicidade, a reciprocidade, enfim. Por isso, somos amigos mais chegados que irmãos. E, mesmo que sejamos potenciais competidores no mercado de trabalho, aprendemos a respeitar e a valorizar as competências e talentos de cada um, conscientes de que não sabemos nem podemos saber tudo; a cooperação e a ajuda mútua serão sempre bem-vindas.

E como não agradecer às nossas famílias? Nosso peito se inflama de gratidão por aqueles que foram responsáveis pela nossa básica e primeira educação: amados pais e mães. Por sua dedicação e cuidado, seja ele financeiro ou emocional, pelas palavras de incentivo, de perseverança, e pelo apoio, mesmo que em silêncio ou distante. Esta noite representa o alívio e a celebração, a formatura, a FESTA é toda nossa: formandos e pais dos formandos. Por tudo isso, que a uma só voz declaramos: Muito obrigada pai e mãe, muito obrigada família! Obrigada e muito obrigada aos nossos mestres, afinal, num curso de Pedagogia, os exemplos de satisfação, humildade, sabedoria e força em muito acrescentaram à nossa formação.

Tudo foi muito especial nesses anos de formação: cada semestre, cada professor com sua particularidade, cada fato, cada pessoa, cada educando, cada escola de estágio, cada experiência. Felizardos somos, pois escolhemos justamente a educação mesmo sabendo que é uma área em que às vezes, infelizmente, o devido reconhecimento parece não surgir, mas aquele brilho no olhar da menininha do Imbé não há dinheiro que pague. Talvez ela nunca conheça os verdadeiros responsáveis pela vinda da UAG para o Agreste; mas, com certeza, ela conhece a UAG e, quem sabe, um dia estudará em nossa Universidade, como nós estudamos. Enfim, estamos preparadas para enfrentar novas grandes tarefas e novas grandes realizações.

Agora devemos nos abraçar, pois jamais esqueceremos estes dias em nossas vidas. Foram quatro anos juntos e a separação é inevitável, as despedidas são sempre muito tristes, mas o que nos conforta é saber que, no futuro, teremos em nossas lembranças esses momentos maravilhosos e esperamos que fique a certeza de que estaremos sempre com "Deus" em nossa caminhada. Nós somos realmente especiais, por estarmos fazendo história, por sermos a PRIMEIRA TURMA DE TODAS AS EXPANSÕES DO BRASIL, e termos dado”um tiro” que nos permitiu sermos  profissionais da Educação.

Obrigada e sucesso a todos nós!

Autor: Magda Letícia Bezerra Mendonça

Versão para Impressão    Indique para um amigo