escort bayan escort beylikduzu JizzXL

Valmar Corrêa de Andrade // Educação ganha destaque

01 de dezembro de 2009

O reitor da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Valmar Corrêa de Andrade, é hoje um homem de referência no estado. E não é somente pelo brilhantismo de seus estudos na área rural. Os grandes investimentos em projetos tecnológicos e ações de cidadania, ensino e pesquisa, ao longo de sua gestão, garantiram à universidade posição de destaque no Brasil. Em 2005, a UFRPE surpreendeu estudiosos de educação de todo o país, tornando-se a primeira instituição a dar andamento ao projeto de expansão e interiorização das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) do governo federal. A Unidade Acadêmica de Garanhuns (UAG) foi o primeiro polo de ensino superior inaugurado em município interiorano. No ano seguinte, colhendo os bons frutos da experiência pioneira, a UFRPE abriu as portas da Unidade Acadêmica de Serra Talhada (UAST).

"Começamos a discutir os detalhes do projeto Garanhuns em julho de 2004. Víamos o retorno que aquele espaço acadêmico traria para expansão da cidade. O plano estava tão bem estruturado que serviu de modelo não só para o projeto Serra Talhada, mas para todo o Brasil", conta Valmar. Passados quatro anos da inauguração da UAG e três da UAST, Pernambuco colhe os frutos da iniciativa, com a conclusão da primeira turma do programa - a cerimônia de colação de grau dos alunos de pedagogia, no último mês de agosto, marcou a consolidação de um dos projetos educacionais mais promissores das últimas décadas.

Deslocando representantes de uma parcela intelectual da população para municípios mais afastados, as unidades acadêmicas permitiram que jovens residentes em Garanhuns e Serra Talhada - ou nos municípios próximos - não precisem mais abandonar suas cidades para conquistar um diploma. Em breve, serão formados os estudantes dos cursos de agronomia, medicina veterinária e zootecnia, todos em Garanhuns. "É uma revolução cultural que será sentida num futuro muito próximo. Nosso estado vai sair de um patamar abaixo da média para acima da média no quesito formação de pessoas", comemora Valmar. Osinvestimentos na pioneira UAG já situam-se na ordem de R$ 15 milhões - com previsão de mais R$ 8 milhões até 2011.

 

Estudos na área rural

Nascido em 1953, no município paraibano de Pilões, Valmar Corrêa de Andrade iniciou sua carreira acadêmica em Pernambuco, graduando-se, em 1978, bacharel em ciências biológicas pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em 1987, concluiu o mestrado em botânica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), onde desenvolveu atividades docentes de graduação em biologia, disciplinas na área de botânica e pós-graduação.

O brilhantismo das atividades acadêmicas e das publicações de projetos e pesquisas através de folhetos, artigos e conferências, garantiu ao professor a direção da Sociedade Botânica do Brasil (regional de Pernambuco) e a presidência do Conselho Superior da Sociedade Botânica do Brasil. Na UFRPE, entre as décadas de 1980 e 1990, Valmar foi executor do convênio UFRPE/Empetur no Horto Zoo-Botânico de Dois Irmãos, coordenador da Estação Experimental de Parnamirim, coordenador geral de Pesquisa, coordenador do programa de pós-graduação (mestrado) em botânica, vice-reitor, entre outros cargos.

Em 16 de abril de 2004, Valmar Corrêa de Andrade tornou-se reitor da UFRPE. Atualmente em sua segunda gestão, o professor é também membro do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social de Pernambuco e presidente da Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroalcooleiro (Ridesa).


FONTE: DIARIO DE PERNAMBUCO > ESPECIAL ORGULHO DE PERNAMBUCO

Versão para Impressão    Indique para um amigo