JavaScript não suportado

 

Campi Avançados

Além do Campus-Sede e das Unidades Acadêmicas, a UFRPE possui estações experimentais com a finalidade de expandir as ações de ensino, pesquisa e extensão e ampliar a produção do conhecimento a diferentes cenários dentro do Estado. Por meio dos Campi Avançados, estudantes, professores e pesquisadores desenvolvem experiências, participam de vivências e atendem a produtores locais e à comunidade de maneira geral.

São eles:

Clínica de Bovinos

A Clínica de Bovinos, no município de Garanhuns, foi fundada em junho de 1979, a partir de um convênio entre a Universidade Federal Rural de Pernambuco e a Secretaria de Agricultura do Estado de Pernambuco (Polonordeste), tendo recebido apoio técnico-científico da Escola Superior de Medicina Veterinária de Hannover, Alemanha, assim como do Ministério da Agricultura. Desenvolve atividades de pesquisa e extensão, desde ações nas áreas de clínicas médica e cirúrgica, laboratório em ruminantes e eqüídeos. O núcleo também promove cursos e palestras para criadores da região, além de educação continuada para médicos veterinários. A Clínica possui ainda um programa de Residência em Medicina Veterinária e também estágio curricular e extracurricular para alunos da UFRPE e de outras universidades brasileiras.  

Onde fica: Campus Garanhuns - Av. Bom Pastor s/n  - Mundaú – Caixa Postal 152 – Garanhuns/PE. CEP 55.292-901. 
Fone: (87) 3762.2397. 
E-mail: cbg@prppg.ufrpe.br

Confira o site: www.prppg.ufrpe.br/cbg

 

Estação Experimental de Cana-de-Açúcar do Carpina (EECAC)

 Situada no Município de Carpina, Mata Setentrional, numa altitude média de 180 m, distante do Recife 56 Km, a EECAC realiza pesquisas no setor sucroalcooeiro, o mais expressivo sustentáculo agrícola da economia pernambucana, por meio de estudos com a cultura da cana-de-açúcar, seus produtos e subprodutos. 

Dentre os programas realizados na Estação, destacam-se os de melhoramento genético, manejo varietal, controle biológico de pragas e estudos sobre a viabilidade de novos produtos a partir da cana-de-açúcar. 

Além da programação de pesquisa, a Estação realiza trabalhos de capacitação de recursos humanos, assistência técnica, produtos e serviços. 

Onde fica: Município de Carpina, Mata Setentrional de Pernambuco

Mapa da Estação Experimental de Pequenos Animais do Carpina (EEPAC): em pdf (formato A2) ou On-Line.

Mapa para Consciência Situacional da EEPAC e EECAC.

Rua Ângela Cristina C. Pessoa de Luna, s/n, Carpina/PE. CEP: 55.810-700 - Fone: 3622.0444 / Faz: 3622.0644.

Coordenador: Djalma Euzébio Simões 

Área ocupada: 261,9 hectares

Acesso: BR-408 

 

Estação Experimental de Pequenos Animais do Carpina (EEPAC)

Localizada no município do Carpina, Mata Setentrional, a Estação realiza pesquisa e capacitação sobre pequenos animais, cuja atividade de criação constitui importante contribuição para os sistemas produtivos da Zona da Mata pernambucana. 

Os trabalhos efetuados pela Estação têm proporcionado a oferta de animais de superior qualidade genética, importantes para o melhoramento dos plantéis regionais. Dessa maneira, a Estação desenvolve seus trabalhos de pesquisa e oferece estágios e outras formas de capacitação, abordando os criatórios de suínos, coelhos e aves (galinhas e codornas). 

Onde fica: Município de Carpina, Mata Setentrional. 

Mapa da Estação Experimental de Pequenos Animais do Carpina (EEPAC): em pdf (formato A2) ou On-Line.

Mapa para Consciência Situacional da EEPAC e EECAC.

R. Vidal de Negreiros, s/n - Bairro de São José - Carpina - PE 
55.810-000 - Fone: (81) 3621.0473 

Coordenadora: Adrielle Menezes Alves.

Área ocupada: 22,1 hectares.

 

Estação de Agricultura Irrigada de Ibimirim (EAII - Ibimirim)

Base de apoio das pesquisas realizadas na região do Sertão do Moxotó, a Estação de Agricultura Irrigada de Ibimirim realiza ações de capacitação, como treinamento para irrigantes, estágios, aulas práticas sobre agricultura irrigada. 

A Estação funciona no Município de Ibimirim, Microregião do Sertão do Moxotó pernambucano, há 340 Km do Recife. 

Onde fica: 

Mapa para Consciência Situacional da Estação de Agricultura Irrigada de Ibimirim (EAII) em PDF (formato A4).

Mapa da Estação de Agricultura Irrigada de Ibimirim (EAII) em PDF (formato A2).

Município de Ibimirim, Sertão do Moxotó pernambucano Poço da Cruz, s/n - Ibimirim/PE - CEP.: 56.580-000.

Fone: (87) 3932.5051. 

Coordenador: Jose Mario de Andrade Santana 
Área ocupada: 10 hectares 
Acesso: Rodovias BR-232 e BR-110

 

Estação de Agricultura Irrigada de Parnamirim (EAIP)

Localizada no Município de Parnamirim, Sertão Central de Pernambuco, A Estação de Agricultura Irrigada tem como objetivo estimular a introdução de atividades como a fruticultura e a apicultura na região, contribuindo para a melhoria do desempenho das atividades já existentes. A Estação conta com infraestrutura adequada à realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão, relacionadas à irrigação e criatório de pequenos animais. 

Além de realizar programas de capacitação com agricultores da região são também realizados projetos de incentivo à zootecnia, sobretudo na área da avicultura, para contribuir na melhoria do padrão de vida do homem sertanejo. 

Confira a página da Estação: http://estacaodeparnamirim.wixsite.com

Onde fica: 

Mapa para Consciência Situacional da EAIP.

Mapa da Estação de Agricultura Irrigada de Parnamirim (EAIP): em pdf (formato A2) ou On-Line.

Município de Parnamirim, Sertão Central de Pernambuco Av. Aristano Ferreira Lima, s/n - Parnamirim - PE 
56.163-000.

Fone: (87) 3883.1193. 
Coordenador: Eurico Lustosa do Nascimento Alencar 
Área ocupada: 59,9 hectares 
Acesso: BR-232 e BR-316

 

Estação Ecológica do Tapacurá

Situada no Município de São Lourenço da Mata, ocupando uma área de 776 hectares, a Estação Ecológica do Tapacurá destina-se a pesquisas na área de Botânica, Zoologia e ecologia. O trabalho realizado tem como objetivo desenvolver hábitos de conservação de recursos florestais e da fauna da Mata Atlântica. A Estação Ecológica do Tapacurá também realiza atividades de produção de mudas de espécies frutíferas e florestais de interesse da Mata Atlântica, com destaque para o Pau-Brasil, Pau-Jangada e Ipê. 

Criada em 1975 pelo professor João de Vasconcelos Sobrinho, a Estação foi criada nas terras onde esteve instalada a Escola Superior de Agricultura São Bento, embrião da atual UFRPE. Na área em que atua, encontram-se matas primitivas, capoeiras e terrenos vagos, além de uma bacia hidrográfica, representada pelo lago formado pela represa do Rio Tapacurá. 

Além de incentivar a educação ambiental, através da realização de visitas ecológicas, a Estação é uma importante base de pesquisas, como o estudo da recuperação espontânea e orientada em solos fora de uso, reintrodução de espécies vegetais e animais extintos na região. A Estação funciona também como um banco permanente de sementes, dando suporte a empresas de reflorestamento e silvicultura. 

Onde fica: Município de São Lourenço da Mata:

Mapa da Estação Ecológica de Tapacurá (EET)

Mapa para Consciência Situacional da Estação Ecológica de Tapacurá (EET)

Mapa para Consciência Situacional do Acesso à EE-Tapacurá (Formato A3)

Acesso: Rodovias BR-232 e PE-040 
Área ocupada: 776 ha 
Mais informações: (81) 3320.6071.